Pisos e Revestimentos: Confira 7 dicas para comprar do jeito certo - Ferraz Pisos
16815
post-template-default,single,single-post,postid-16815,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,paspartu_enabled,qode-theme-ver-10.1.2,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1,vc_responsive
 

7 dicas na hora de comprar pisos e revestimentos

7 dicas na hora de comprar pisos e revestimentos

7 dicas na hora de comprar pisos e revestimentos

Vai construir ou reformar? Definir entre piso e revestimento de forma correta evita problemas futuros e obras não planejadas, tendo em vista que essa é a parte que não é trocada com frequência. Por isso, é importante ser criterioso com a escolha e garantir que o ambiente fique aconchegante e com a estética que permita uma decoração de qualidade.

Os pisos e revestimentos são encontrados em diversas cores e texturas, mas qual será que se encaixa com o que você procura. Para escolher corretamente, trouxemos 7 dicas para facilitar o momento da compra de pisos e revestimentos. Confira todas elas e confie no catálogo de produtos da Ferraz Pisos – aqui você encontra uma linha completa para áreas internas para casa, apartamentos e empresas.

1- Metragem do espaço

Pisos e revestimentos são vendidos por metro quadrado, e por isso é preciso saber a metragem exata de onde eles serão aplicados. No entanto, é recomendável comprar 10% a mais de material e não a quantidade exata, para cobrir imprevistos comuns em uma obra – como quebras e deformidades das peças e recortes. Como a sobra não é muita, ela pode ser guardada para manutenções futuras.

2- Faça a compra de acordo com o cronograma da obra

Segure a ansiedade de ver a obra terminada e programe a compra do piso quando essa etapa estiver para ser realizada. A dica é comprar com antecedência e programar a entrega, assim você evita que o produto sofra danos no armazenamento.

3- Foque na funcionalidade do espaço

Qual é a finalidade desse ambiente? Escolher o piso vai muito além de cor e textura, pois ele precisa ser resistente e garantir praticidade na limpeza. Em áreas como lavanderia e cozinha, por exemplo, prefira pisos vinílicos que sejam fáceis de limpar. Já para o quarto, um piso laminado ou vinílico garante isolamento térmico e mais conforto.

4- Estilo de decoração

O piso precisa harmonizar com os elementos decorativos e móveis do ambiente, criando uma decoração à altura. Em locais mais rústicos, as texturas naturais ganham destaque; já para algo mais clean, cores claras dão mais luminosidade e aumentam os espaços. 

5- Adeque ao seu orçamento

Mesmo com um orçamento apertado é possível criar uma decoração elegante. Por isso, antes de comprar os pisos e revestimentos vale pesquisar e pensar nos modelos que entregam beleza e qualidade a um preço mais acessível. O tipo laminado é um bom exemplo para revestir o piso das áreas internas, como quartos e sala. Eles são elegantes, podem ser aplicados em diversas superfícies e possuem um preço atrativo.

6- Pense na separação das portas

Se os ambientes terão pisos diferentes, e entre eles não há uma separação física – como uma porta, é possível criar essa divisa com o piso. No entanto, vale planejar se o tipo de piso ou revestimento escolhido para cada um são compatíveis – como cor, textura e espessura. Ter isso em mente evita complicações no momento da aplicação.

7- Preocupe-se com o meio ambiente

Se a opção for por pisos de madeira, assegure que o produto é ecologicamente correto e utiliza madeira de reflorestamento. Assim, além de colaborando para a preservação da natureza, você tem certeza de que o fornecedor é de confiança.

Além disso, vale ficar de olho na garantia dos pisos e revestimentos e seguir as orientações de manutenção. Com isso, os ambientes estarão esteticamente perfeitos e poderão oferecer todo o conforto que você merece.

Sem comentários

Publicar um comentário